logoleft

Tirolesa

Ao redor e sobre a floresta - Tirolesa!

As tirolesas são uma das maneiras mais espetaculares de se observar a natureza: florestas centenárias, desfiladeiros rochosos... lugares que normalmente você vê do chão e olhando para cima. Aqui você estará no céu e olhando para dentro do coração da floresta. É uma perspectiva totalmente diferente e emocionante.

A tirolesa consiste em descer de uma plataforma no topo da floresta para outra, por meio de cabos de aço suspensos a uma altura de até 30 metros do nível do chão.  A idéia original surgiu de biólogos que usaram sistemas similares para acessar as partes mais altas das florestas, com o objetivo de estudar plantas de difícil acesso que vivem na copa das árvores.
A primeira tirolesa em direção ao topo das árvores criada na África do Sul foi a da floresta de Tsitsikamma, próxima a Stormsriver, no Garden Route, que ainda está em funcionamento. A atividade consiste em 10 plataformas e 10 deslocamentos, sendo que o mais longo é de 100 m. 
A segunda tirolesa criada na África do Sul está localizada na floresta de Karkloof, próxima a Pietermaritzburg, em KwaZulu-Natal. Ela consiste de 8 deslocamentos, sendo que o mais longo tem 170 m e pode ser bem rápido. Conforme a sua origem, a ênfase da atividade continua sendo a ecologia, as plantas e os pássaros da floresta.
A terceira atividade deste tipo desenvolvida na África do Sul é encontrada na Cordilheira de Magaliesberg, próxima a Johannesburg. Esta é uma tirolesa espetacular com plataformas posicionadas defronte aos penhascos, proporcionando paisagens surpreendentes de Ysterhout Kloof. Aqui você estará sobretudo acima das árvores, em vez de no meio delas; portanto o foco da atividade é a vista, mais do que um contato próximo com a vida selvagem.
As duas tirolesas mais recentes são as de Drakensberg e Magoebaskloof. A tirolesa de Drakensberg, em Drakensberg central, inclui o cenário espetacular da Dragon Mountain e é o primeiro caminho elevado voltado para a rocha. A tirolesa de Magoebaskloof também é única pelos deslocamentos e mirantes sobre 3 cachoeiras imensas entre penhascos centenários e a magnífica floresta nativa.
Com tantas opções excelentes, como escolher?

As tirolesas são uma das maneiras mais espetaculares de se observar a natureza: florestas centenárias, desfiladeiros rochosos... lugares que normalmente você vê do chão e olhando para cima. Aqui você estará no céu e olhando para dentro do coração da floresta. É uma perspectiva totalmente diferente e emocionante.

A tirolesa consiste em descer de uma plataforma no topo da floresta para outra, por meio de cabos de aço suspensos a uma altura de até 30 metros do nível do chão.  A idéia original surgiu de biólogos que usaram sistemas similares para acessar as partes mais altas das florestas, com o objetivo de estudar plantas de difícil acesso que vivem na copa das árvores.

A primeira tirolesa em direção ao topo das árvores criada na África do Sul foi a da floresta de Tsitsikamma, próxima a Stormsriver, no Garden Route, que ainda está em funcionamento. A atividade consiste em 10 plataformas e 10 deslocamentos, sendo que o mais longo é de 100 m. 

A segunda tirolesa criada na África do Sul está localizada na floresta de Karkloof, próxima a Pietermaritzburg, em KwaZulu-Natal. Ela consiste de 8 deslocamentos, sendo que o mais longo tem 170 m e pode ser bem rápido. Conforme a sua origem, a ênfase da atividade continua sendo a ecologia, as plantas e os pássaros da floresta.

A terceira atividade deste tipo desenvolvida na África do Sul é encontrada na Cordilheira de Magaliesberg, próxima a Johannesburg. Esta é uma tirolesa espetacular com plataformas posicionadas defronte aos penhascos, proporcionando paisagens surpreendentes de Ysterhout Kloof. Aqui você estará sobretudo acima das árvores, em vez de no meio delas; portanto o foco da atividade é a vista, mais do que um contato próximo com a vida selvagem.

As duas tirolesas mais recentes são as de Drakensberg e Magoebaskloof. A tirolesa de Drakensberg, em Drakensberg central, inclui o cenário espetacular da Dragon Mountain e é o primeiro caminho elevado voltado para a rocha. A tirolesa de Magoebaskloof também é única pelos deslocamentos e mirantes sobre 3 cachoeiras imensas entre penhascos centenários e a magnífica floresta nativa.

Com tantas opções excelentes, como escolher?

 

 

Dicas de viagem e informações de planejamento

Como chegar até aqui

A melhor maneira de chegar aos locais para a prática da tirolesa é de carro, embora, em alguns casos, os ônibus de turismo visitem estas áreas.

Como viajar pelo país

Quando chegar ao destino escolhido, guias treinados e experientes orientarão você no caminho a pé até a tirolesa

Quanto custa

O preço local de uma tirolesa na África do Sul é R400.00, dependendo do lugar.

Duração da estadia

A duração de uma tirolesa é de cerca de 3 horas.

O que trazer

Todo o equipamento é fornecido, mas vista-se de acordo com as condições climáticas. Tenha em mente que pode ser bem mais frio em cima das árvores do que no chão.

Com quem falar

Tirolesa:  www.canopytour.co.za