logoleft

O Parque Nacional Kruger

Visite Pafuri, uma das áreas com vida selvagem abundante do Parque Kruger - Parque Nacional Kruger ao norte

O Parque Nacional Kruger não tem apenas grandes animais. Há áreas selvagens com grande beleza natural onde você pode descobrir florestas únicas, pássaros brilhantes, traços de ancestrais humanos e uma área entre a África do Sul, Moçambique e Zimbabwe, conhecida pelos vilões dos velhos tempos, que cruzavam o rio Limpopo a pé.

O norte do Parque Nacional Kruger é uma área de biodiversidade única. É um dos poucos locais onde florestas de árvore da febre crescem próximas a florestas de baobás gigantes. As árvores margeiam os rios Limpopo e Luvuvhu: Os troncos finos, verdes brilhantes e claros das árvores da febre reluzem entre os maciços troncos marrom escuro dos baobás. É fácil imaginar estar em um livro dos irmãos Grimm, onde feiticeiras e fadas estão a espreita em cada esquina.

Ao se hospedar no Pafuri Camp, uma das pousadas particulares do Parque Kruger, você estará nas terras ancestrais dos habitantes de Makuleke, que, em parceria com Wilderness Safaris, atuam como protetores desta bela área selvagem. A equipe local é treinada e incentivada por guardas florestais experientes e pela equipe de atendimento de toda a África do Sul.
O seu guia especializado em pássaros verá uma pena no ar com a mesma facilidade com que você anda pela sua cidade. Se você estiver procurando aquele pássaro especial, eles o encontrarão, o atrairão com o seu canto particular, e então tudo o que você precisará fazer é observar. A águia-cinzenta, o papa-moscas-de-olheiras, o rabo-espinhoso-de-Bohm e, é claro, o esquivo e altamente cobiçado corujão pesqueiro são algumas das atrações. Os Big 5 - leão, elefante, leopardo, rinoceronte, búfalo - estão presentes, e você verá elefantes em todos os lugares.
Há bem mais de um milhão de anos, o Homo erectus andou e viveu aqui. Você será apresentado a machados da idade da pedra e fósseis de dinossauro preservados.
Crooks' Corner, que liga a África do Sul, Moçambique e Zimbábue, lar dos vilões do passado. No inverno, quando o Limpopo está seco, eles podem passar facilmente de um país para outro, desviando de manadas de elefantes, que estão se banhando na lama, e, como um filhote de elefante de Kipling, se lambuzam de lama até a cabeça.

O norte do Parque Nacional Kruger é uma área de biodiversidade única. É um dos poucos locais onde florestas de árvore da febre crescem próximas a florestas de baobás gigantes. As árvores margeiam os rios Limpopo e Luvuvhu: Os troncos finos, verdes brilhantes e claros das árvores da febre reluzem entre os maciços troncos marrom escuro dos baobás. É fácil imaginar estar em um livro dos irmãos Grimm, onde feiticeiras e fadas estão a espreita em cada esquina.

Ao se hospedar no Pafuri Camp, uma das pousadas particulares do Parque Kruger, você estará nas terras ancestrais dos habitantes de Makuleke, que, em parceria com Wilderness Safaris, atuam como protetores desta bela área selvagem. A equipe local é treinada e incentivada por guardas florestais experientes e pela equipe de atendimento de toda a África do Sul.

O seu guia especializado em pássaros verá uma pena no ar com a mesma facilidade com que você anda pela sua cidade. Se você estiver procurando aquele pássaro especial, eles o encontrarão, o atrairão com o seu canto particular, e então tudo o que você precisará fazer é observar. A águia-cinzenta, o papa-moscas-de-olheiras, o rabo-espinhoso-de-Bohm e, é claro, o esquivo e altamente cobiçado corujão pesqueiro são algumas das atrações. Os Big 5 - leão, elefante, leopardo, rinoceronte, búfalo - estão presentes, e você verá elefantes em todos os lugares.

Há bem mais de um milhão de anos, o Homo erectus andou e viveu aqui. Você será apresentado a machados da idade da pedra e fósseis de dinossauro preservados.

Crooks' Corner, que liga a África do Sul, Moçambique e Zimbábue, lar dos vilões do passado. No inverno, quando o Limpopo está seco, eles podem passar facilmente de um país para outro, desviando de manadas de elefantes, que estão se banhando na lama, e, como um filhote de elefante de Kipling, se lambuzam de lama até a cabeça.

 

 

 

Dicas de viagem e informações de planejamento

Como chegar até aqui

Pela estrada, de Joanesburgo até Phalaborwa, e ao norte em direção a Pafuri Gate. O acampamento Pafuri Wilderness pode agendar voos fretados de Joanesburgo para a pista aérea de Satara no Parque Nacional Kruger e providenciar o traslado.

Melhor época para visita

Os meses de inverno - de maio a setembro - são os melhores para avistar animais, pois o mato está baixo e é mais fácil a observação. O verão é muito quente mas a vegetação está no auge, os pássaros migrantes estão de volta e há muitos filhotes.

Onde ficar

Pafuri Wilderness Camp

Adjacências

Se você estiver de carro sem guia, poderá dirigir até outras áreas do parque. A área ao redor do acampamento Satara apresenta uma fauna bem variada.

Tours a serem feitos

Seu guia oferecerá uma variedade de atividades, desde uma caminhada guiada até safáris fotográficos noturnos

Como viajar pelo país

Seu guia florestal conduzirá você em carro aberto.

Quanto custa

Frequentemente, há muitas oportunidades na baixa temporada.

Duração da estadia

Planeje ficar, pelo menos, 3 noites.

O que trazer

Vista-se com roupas leves durante o dia e com casacos compridos, gorro e cachecol durante a noite. Câmera, binóculos leve e cartões de memória. O alojamento fornece itens de higiene pessoal, repelente de insetos e serviço de lavanderia.

O que comer

As refeições caseiras do acampamento são deliciosas!

Com quem falar

Pafuri Wilderness Camp: www.wilderness-safaris.com